top of page
Buscar

As mãos puras que elevam Cristo na Eucaristia

“O padre não é padre para si mesmo; é-o para vós" (São João Vianney)


Vemos clássicos estereótipos do que é ser o sacerdote por ai, mas de passo já lhe adianto: Não se entende a magnitude do sacramento da ordem sem vivê-lo. Dito isso, você deve estar se perguntando o porque escrevo este artigo? Seria mais um para a lista de clichês? Não! Quero lhes mostrar a visão do sacerdócio que os que se preparam para receber tão grande mistério tem, com isso, sem mais delongas vamos ao ponto.

Não se faz um sacerdote do dia para a noite, ou seja, não é que Nosso Senhor Jesus Cristo, agindo na pessoa do Bispo, ao ungir as mãos do ordenando com o óleo, num passe de mágica lhe infunde toda a sabedoria e dons que há de precisar para exercer tal mistério, isto é um pensamento errôneo, pois, o ordenando que esta prostrado aos pés do Bispo, tem uma carga muito grande em suas costas, foram anos e anos de preparação, estudo, oração e um forte apego a Maria Santíssima para que chegasse a tão sonhada ordenação sacerdotal. O seminarista é aquele jovem que está no seminário buscando a santidade, capacitando-se intelectual, espiritual e humanamente para exercer tão sublime ministério, que é o Sacerdócio. Tendo especificado esta questão, passemos direto ao ponto chave deste artigo.

O sacerdócio é um dom sublime e eu lhe posso provar. No livro a Imitação de Cristo, encontra-se a seguinte frase: “Ao sacerdote na consagração é dado ao que aos anjos não foi concedido”, ou seja, imagine um ser angélico, esplendoroso, que estão hierarquizados no coro celeste e bradam a Deus aclamações de alegria e louvor... Bom nem a este seres puramente espirituais foi concedida tão grande graça como ao sacerdote, pois este, na Santa Missa configura-se com Cristo, a ponto de não ser mais um simples humano, mas ser o próprio Jesus que se dá a si mesmo na Santíssima Eucaristia. Como se não bastasse, o sacerdote perdoa os pecados em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, que grande graça tem este homem que é separado do mundanismo, porém, não do mundo.

Deus chama a muitos, porém cabe a cada um dar o seu sim! É um chamado individual e único, cada Sacerdote tem seu histórico vocacional, que carrega até o fim de sua vida. Obviamente que se Deus chama, Ele também capacita, então largue de ser besta e de colocar-se abaixo dos outros, deixando sua vocação morrer. Caro, se Deus te chama a ser sacerdote do Altíssimo, você pode fazer de tudo e dar até as melhores desculpas para não querer responder a este chamado, porém, Nosso Senhor fará de tudo para que você se doe a ele e reponde com o seu sincero sim, mas é claro, sempre respeitando o seu livre arbítrio, afinal, Ele nos criou livres.

Tendo em vista estes aspectos vemos que o sacerdote deve ser um homem que irradie a Cristo, ou seja, a futilidade do mundo não é algo que deve estar em sua lista de preferencias. É triste quando vemos sacerdotes apegados ao mundo, achando que são mais um, homens normais que diferem-se só pelo fato de celebrar a Missa, mas não, o Sacerdote é o amor do coração de Jesus, quando vedes um Padre, vê o próprio Cristo, dizia São João Maria Vianney, não repare nos erros de um Padre, ele é humano igual a você, tem suas falhas e dificuldades, ao invés de julgá-lo busque rezar por ele e ter em vista que com a sua oração ele há de fortificar-se e ver a magnitude de suas mãos consagradas.

Caríssimos, O Padre não é um pescador de likes, mas um pescador de almas, ele é que sustenta o barco, e ao pescar essas almas, as conduz ao reino de Deus. É verdade que o mundo clama para que o sacerdote seja introduzido nesta futilidade, mas não é bem assim, o Sacerdote é a representação do próprio Jesus Cristo, Sumo e eterno Sacerdote.

Porém há muitos Padres Santos e maravilhosos, e estes são em maior número, que os mundanos, tais buscam levar seus paroquianos a vida eterna, celebram a Santa Missa com uma piedade incomensurável e transbordam de amor por Cristo. Estes são homens humildes, que não buscam mostrar a si mesmo, veem e reconhecem que a morte para o mundo é algo que lhes agrada, pois o reino de Deus é tão doce que o mais puro mel deste mundo, é um nada.

Com isso meus irmãos, lhes dou uma pequena ideia do que é o Sacerdócio, mas como disse, só o entende plenamente, quem o vive retamente. Por isso, rezemos por nossos sacerdotes ao invés de criticá-los, busquemos amá-los com um amor santo e estar sempre buscando o que Cristo nos oferece quando se usa deste homem para administrar seus sacramentos.

E a você meu irmão, não seja covarde! Se Cristo te chama ao sacerdócio, responda-o, lembre-se que um dia seremos julgados, e tu já imaginaste ser julgado por não ter respondido a vocação a qual Cristo te chamava? Não pense que isso é uma falácia, bom, quem tentou faze-lo não voltou para contar história, então porque ariscar não é mesmo? Mas fique tranquilo! como disse, se tu fores chamado, Cristo te dará os sinais evidentes para não haver erro, Ele te encaminhara na estrada certa para que não tropiques no meio do caminho, basta por agora, ser fiel e aberto a graça Dele, para não haver duvida do caminho que te levara ao céus.

62 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page