top of page
Buscar

96 anos do Martírio dos Beatos Manuel e Adílio

No dia 21 de Maio celebramos os 96 anos de um martírio de fé: Padre Manuel e Coroinha Adílio.


BIOGRAFIA

Padre Manuel Gonzáles: filho de José e Josefa, nasceu em 29 de maio de 1877, em São José de Ribarteme, Diocese de Tuy, na Espanha. Recebeu o batismo no dia seguinte. Seu sonho de menino de ser padre realizou-o em 24 de maio de 1902.

Em 1904, depois de exercer seu ministério sacerdotal em sua terra natal, passou para a Arquidiocese de Braga, Portugal, onde foi pároco das Paróquias Nossa Senhora do Extremo (1905-1911), e de Santo André e São Miguel de Taias e Barrocas (1911-1913). Em 1913, devido à perseguição religiosa à Igreja Católica Portuguesa, obteve licença para vir ao Brasil. Chegando ao Brasil, apresenta-se ao Bispo de Rio de Janeiro e é encaminhado ao Bispo de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, que o nomeia pároco de Soledade - RS em 23 de janeiro de 1914. Há 29 de dezembro de 1915 é nomeado pároco da Paróquia de Nonoai, região norte do estado.


Em Nonoai desempenhou sua missão evangelizando seu povo com esmero e dedicação até 1924.

Coroinha Adílio Daronch: No exercício de seu ministério em Nonoai se cruzam os caminhos de Padre Manuel e de Adílio Daronch, outro jovem mártir. Adílio nasceu no dia 25 de outubro de 1908, em Dona Francisca, Município de Cachoeira do Sul – RS. Seus pais, Pedro Daronch e Judite Segabinazzi, tinham 08 filhos: Ermínia, Abílio, Adílio, Zulmira, Anita, Carmelinda, João e Vilma. Em 1911, a família transferiu-se para Passo Fundo e, em 1913 para Nonoai.


Padre Manuel e seu coroinha Adílio caíram numa emboscada armada por soldados provisórios. Foram amarrados, maltratados... Tudo terminou com dois tiros no sacerdote e três tiros no menino de 15 anos. Era dia 21 de maio de 1924 (dia que, até hoje, é comemorado pela igreja).


Beatos Manuel e Adílio, rogai por nós!

210 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page